Godzorder: “Evolução e peso bruto” – Whiplash


O Godzorder consegue soar atual sem ser tendencioso e bebe em fontes de nomes como Onslaught e Testament, obviamente mantendo sua essência. Uma fábrica de riffs e com um ‘groove’ essencial, mas sem exageros, a banda chuta a cara em cinco faixas variadas que nem sempre apostam em velocidade.

Leia a resenha completa no link a seguir:




Links Relacionados:










0 comentários: