Brutal Morticínio: Vivendo em um underground conservador, cristão e coxinha - (Juventude despolitizada e capitalista)


Conservadorismo aliado a alguns radicalismos enraizados em nossa cultura faz de fato, que certos assuntos incomodem a maioria mesmo que inconscientemente. Este é o caso da música “Estúpido e Podre Homem Branco Cristão” do BRUTAL MORTICÍNIO, que gerou muita controvérsia no meio underground e social, por sua letra que retrata a resistência indígena ao modelo cristão de dominar terras que não são suas.

Originalmente “Estúpido e Podre Homem Branco Cristão” pertence ao primeiro disco do BM, “Despertar dos Chacais... O Outono dos Povos”, mas devido nossa sociedade andar cada vez mais retrocessa, a banda decidiu regrava-la em seu novo disco “Obsessores Espíritos Das Florestas Austrais”, pois soa atual e controversa aos padrões dos dias de hoje.


Porém é uma letra que retrata esse quesito conservador, que para muitos foi visto de um jeito errado, como explica o vocalista/guitarrista Tormento:

A composição em si fala sobre a dominação cristão/europeia/capitalista sobre os territórios americanos e suas contradições. O branco cristão não vê as pessoas de outras culturas como seus semelhantes, para ele a terra, os animais e as próprias pessoas são objetos de consumo. O padrão imposto pelos conquistadores ainda impera sobre as nossas terras, fazendo com que pareça ridícula e improvável qualquer forma de resistência seja ela político, social ou cultural.

Sendo assim muitos conservadores foram contra o que a letra retrata, pois nada mais é que a dura realidade, que tanto os índios como a natureza sofreram e sofrem por essa dominação descontrolada, sem podermos ter reação, sendo em muitos casos se adequar a este modo imundo de viver.


Tormento complementa que:

A imbecilidade impera e os objetos de consumo ou as religiões tentam cada vez mais suprir as carências dessas vidas profundamente desvitalizadas.

O caso mais bizarro, no meu ponto de vista, não é a sociedade consumista ou os religiosos que apenas seguem como uma manada sem se questionar. Tenho visto uma juventude absurdamente burra e despolitizada ultimamente, reproduzindo conservadorismo e cada vez mais querendo se adequar ao modelo cristão capitalista, digo mesmo entre os ditos "bangers" reproduz-se essa mentalidade apolítica e boçal, cerrando fileiras com os evangélicos, por mais absurdo que isso possa parecer!

Acredito que o som infelizmente se renove, pois ele é triste e transversalmente trata de nossa sociedade e do underground que cada dia está menos underground, por isso o regravamos em nosso novo trabalho, pois reproduz a mentalidade do maisntream, cristão e hipócrita.

Ouça “Estúpido e Podre Homem Branco Cristão” no link a seguir e opine se você é contra ou a favor:




Links Relacionados:







0 comentários: