Revogar: 5000 discos vendidos na Indonésia (Opressão de um país controlado Pt. 01)


Poucos sabem, mas entre 2012/2013 o REVOGAR conquistava um feito inédito no Continente Asiático, mais precisamente na Indonésia, onde alcançou a marca de 5000 discos vendidos com o Debut “Vale Dos Suicidas”.

O que para muitos poderia ser algo histórico e de total reconhecimento, para o REVOGAR teve dois lados da moeda, o da felicidade de alcançar tantos fãs em uma vendagem tão expressiva (lembrando que no Brasil esses números são praticamente impossíveis para bandas undergrounds), e o da opressão de um país extremamente religioso, que causaria certa dor de cabeça para banda e para o selo que os lançou no país.

Imagem ilustrativa do lançamento na Indonésia

O que parecia impossível aconteceu, pois todos sabem dos temas anti religiosos do REVOGAR, uma mensagem forte e desafiadora, deixando em duvida até os mais crédulos sobre seus dogmas. E com essa mensagem muitos headbangers foram atingidos, sendo um verdadeiro choque de realidade para muitos, e de fato sim, o conflito entre religiosos e headbangers foi inevitável.

LLHAN WASKITA MAUT dono do ENJOY VIOLENCE RECORDS relata um pouco dos acontecimentos em seu país após o lançamento de “Vale Dos Suicidas”:

Sabíamos que o contrato fechado com o Revogar em 2012 para divulgarmos o álbum “VDS” era um contrato de risco por dois fatores:

1° A banda possui um material cantado em uma língua latina e provavelmente poucas pessoas iriam querer ter acesso a este tipo de material, mas contávamos com que a aceitação do público fosse de melhor aceite por ser uma banda de outro continente, e possuir uma sonoridade que a muito tempo não aparecia por aqui.

2° Ao revisar o material e desta vez com as letras traduzidas para inglês, decidimos fazer o mesmo nos encartes que sairiam na Indonésia, para facilitar o entendimento de todos que quisessem adquirir o disco.


Na época a banda tinha como agencia a instinto Metal Army "Diretor Marcelo Urbano" que de certa forma trabalhava não só com o booking e divulgação, mas também com as relações administrativas entre gravadoras e produtoras. Um ano depois o Revogar passou a trabalhar com a Musika Belialis que em 2013 fechou suas portas e desde então não tivemos mais contato, o que para nós foi terrível, pois tivemos problemas com o governo, e tivemos que retirar o álbum de nosso catalogo por que a banda foi taxada por ter letras que traziam a apologia de anti religião ao nosso país.

Isso já havia acontecido com o Impiety na década de 90, mas não teve a mesma proporção que foi desta vez com o Revogar; Lembro que estava em casa e a minha esposa me disse que alguém estava batendo na porta, quando eu fui atender era a policia perguntando se o meu endereço era o local do escritório do ENJOY VIOLENCE RECORDS, e eu sem saber o que estava acontecendo disse que sim, em seguida ele pediram que eu não fizesse nada e apenas acatasse as ordens deles, eles levaram meu computador, todo material da minha distro, e toda documentação que havia no escritório relacionado às vendagens de camisetas, CDs, pachts, adesivos, etc...

Continua...


Links Relacionados:







0 comentários: